Para pensar

Certa vez, no Manhatan Connection, Diogo Mainardi comentou que uma jovem diretora – Lara Velho, filha do P.C. Pereio – queria adaptar para o cinema seu livro ‘Contra o Brasil’. Ele declarou que não tinha nada contra, desde que na produção não fosse usado um tostão de dinheiro público. O próprio Mainardi, que escreveu os roteiros dos filmes de seu irmão, Vinícius, declarou que estes filmes tinham ao menos o mérito de terem sido feitos com capital privado. (filmes como 16060, que na época em que foi lançado, nem com o endosso ‘amigo’ de Paulo Francis na sua coluna imensamente influente, conseguiu ser bem sucedido.)

Este fato me veio a mente hoje, 29-08-2007, ao ler na coluna do Joaquim F. dos Santos, em O Globo (A imagem contida neste post será bem visualizada com o Internet Explorer. ):

drixm

Uma resposta para Para pensar

  1. Claudio disse:

    Vocês sabem qual é a atual gravadora do Zé Rodrix ou sabem que está produzindo este espetáculo Rei Lagarto…

    Estou produzindo um debate sobre este tema levantado pelo Zé, na Rádio Nacional do Rio de Janeiro (AM 1.130), que irá ao ar neste sábado, dia 1º de setembro, das 10h ás 11h. Pela internet no http://www.radiobras.gov.br

    Qualquer informação será bem vinda!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: