O simulacro do Ganges

Na coluna do Xexéo no Globo de 11/02/09 saiu o seguinte comentário: ‘Dona Candoca não consegue mais dormir. Viciada em “Caminho das Índias”, ela começa a se preocupar com a geração de brasileiros que certamente vão surgir batizados de Nayana, Ashima e Radesh. ‘

Uma observação  engraçada sobre uma realidade triste. Já vi acontecer antes, no mundo real. Um percentual elevado das pessoas em geral é pouco mais inteligente que um quadrúpede. Assistir a estas novelas é admissão do vazio espiritual/mental.  Deixar-se levar por modismos ditados por novela em algo importante como a escolha do nome de uma criança, aí então estamos diante do “horror” de que falava T.S. Elliot.

É fácil prever também um crescimento de um pseudo-interesse pelas religiões hindus/orientais.

Provavelmente vai ter gente falando “Namastê” na porta de baile funk.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: