O tenaz cultivo do joio

Uma amiga enviou-me um newsletter que ela recebe. Nele, lia-se um artigo de Cleber Benvegnú para o jornal Zero Hora, ed. 15885, 20/02/2009. (http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&source=a2411684.xml&template=3898.dwt&edition=11750&section=1012 )

O artigo trazia comentários do autor referentes a uma entrevista do senador Jarbas Vasconcelos à revista Veja, criticando a ganância de boa parte dos que entram no mundo da política. Um trecho chamou-me particularmente a atenção:

O mandato público virou quase exclusividade de quem, com uma sólida estrutura logística e financeira por trás, consegue criar uma rede de fisiologismo, de corporativismo e de favores recíprocos. Quem não joga esse jogo, fica praticamente alijado.

Para entender o grand  monde das artes, basta pegar a sentença acima, e substituir a expressão ‘mandato público’ por ‘acesso do artista à mídia’.  Ou seja, qualidade artística não tem muito peso na equação.

O problema é que este domínio quase que absoluto da atividade – seja  ela a política ou a arte – por um segmento, tem duas consequências imediatas:

1)      Estabelece para o público a imagem deste segmento como o único caminho possível.

2)      Tende a afastar pessoas que não se encaixem neste perfil da prática de tal atividade.

E tanto na política quanto na arte, seria fundamental que pessoas preparadas e bem-intencionadas estivessem atuando de acordo com seus valores.

Mas do jeito que é hoje, estrangula-se vocações e aspirações antes de elas sequer ganharem vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: