Doutrinação e banalização da educação feita com o apoio do dinheiro público

Por Mauricio O. Dias – comoeueratrouxa

Para que escrever num blog? Pra manter um espaço virtual, um dentre milhões de outros? O último texto postado antes deste agora foi lançado há mais de um mês. Volta e meia penso em encerrar este ‘canalzinho’ que mantenho, mas ele ainda é útil para manifestar indignação contra certos absurdos.

Primeiro peço que você, leitor, leia o breve texto que se encontra em :

http://colunistas.ig.com.br/poderonline/2011/05/12/livro-usado-pelo-mec-ensina-aluno-a-falar-errado

Depois leia uma notícia mais antiga, que pode ser lida nos links:
http://www.filosofiacirurgica.com/2011/04/uma-geracao-de-doutrinados.html

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDG79463-6014-490,00-O+MISTERIO+DO+PROFESSOR+SCHIMIDT.html

http://www.escolasempartido.org/index.php?id=38,1,article,2,182,sid,1,ch

Abaixo, constatações minhas retiradas (e aqui editadas) de um email enviado a conhecidos, os quais, após verem os citados links, por desconhecimento e cinismo preferiram minimizar a relevância da questão:

Um sujeito sem diploma escreve um livro de História cheio de distorções e manipulações, uma avaliação do próprio MEC refuta o livro, e ainda assim, 10 milhões de cópias são vendidas para estudantes, provavelmente a imensa maioria comprada pelo próprio MEC com o dinheiro de todos nós.

Mao Tsé-Tung foi o homem que matou mais gente no século XX, o que em números absolutos oscila entre 30 e 50 milhões de pessoas *  – mais que Stálin ou Hitler. E ao falar sobre este monstro, o ‘livro’ afirma:

Foi um grande estadista e comandante militar. Escreveu livros sobre política, filosofia e economia. Praticou esportes até a velhice. Amou inúmeras mulheres e por elas foi correspondido. Para muitos chineses, Mao é ainda um grande herói. Mas para os chineses anticomunistas, não passou de um ditador.”

Amou inúmeras mulheres e por elas foi correspondido.” PQP! Isso é informação que deva constar de um livro de História? E aqui ainda omitem que ele traçava todos os rapazinhos que compunham sua guarda particular, fato amplamente divulgado.

Diante disso, qualquer um que tente desviar a questão central do texto para uma discussão sobre sistemas econômicos, passa automaticamente a ser cúmplice de uma tentativa de ocultação do pior crime que se cometeu num século repleto de atrocidades.

E EU PERGUNTO A VOCÊ, LEITOR: Acha que as duas notícias – a sobre a condescendência com os erros de português e a sobre o livro manipulador – , são apenas coincidência?

* – De acordo com alguns historiadores, o número chegaria a 70 milhões de pessoas. Isto é mais que duas vezes a população da Grande São Paulo, que além da capital inclui todas as cidades em volta, que fazem parte da região metropolitana: o ABC paulista, Diadema, Osasco, etc.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: